Sua empresa está preparada para a manutenção 4.0?

Compartilhe nossos artigos

Na busca por atendimento de qualidade, eficiência operacional e agilidade nas atividades de manutenção, prestadores de serviços e profissionais de facilities procuram se destacar no mercado, apostando em soluções tecnológicas que entreguem propostas reais de valor aos seus clientes. 

Nesse contexto, a manutenção inteligente, chamada “manutenção 4.0”, proporciona conectividade entre as instalações, máquinas, ativos e pessoas. Ela é um fluxo específico de inovação da indústria 4.0, que é um termo comum hoje para denominar a quarta revolução industrial. Com ela é possível prever, evitar e resolver problemas rapidamente na operação, tendo um melhor gerenciamento das operações e das equipes de hard e soft service, tudo o que FM’s e prestadores de serviços precisam para terem um diferencial competitivo perante à concorrência.  

Mas, afinal, como ter acesso à manutenção 4.0 e como ela acontece nas instalações? A seguir, veremos os benefícios dessa manutenção do futuro nas empresas e qual é a ferramenta ideal que descomplica a rotina dos empreendimentos. 

O que é manutenção 4.0 e como ela funciona? 

A manutenção 4.0 faz parte da indústria 4.0 e fábrica 4.0, que consiste na automação e troca de dados entre as tecnologias existentes nas operações. Entre essas tecnologias  estão a internet das coisas (IoT), sensores sem fio, computação baseada em nuvem, inteligência artificial (IA) e aprendizado de máquina e Big Data. 

Mas como chegamos a fase 4.0? Bom, para responder essa pergunta vamos fazer uma retrospectiva da história e retomar as revoluções industriais, relembrando quais foram as transformações em cada período: 

  • Indústria 1.0 – novo modelo de produção: da manufatura para as máquinas a vapor;
  • Indústria 2.0 – criação de redes ferroviárias e telégrafos, que permitiram o transporte  mais rápido de mercadorias;
  • Indústria 3.0 – chamada revolução técnico-científica-informacional, representa o avanço tecnológico e a robotização do sistema produtivo.

Na era da indústria 4.0 temos novas oportunidades de melhorias na gestão e na operação das manutenções, pois saímos do modelo de uma manutenção preventiva (de prevenção) para o modelo preditivo (de previsão). Esse aperfeiçoamento só é possível com o desenvolvimento da automação industrial e da aplicação de diferentes tecnologias, como a inteligência artificial. Sendo assim, as empresas que já praticam a manutenção inteligente utilizam sensores avançados, robótica e softwares incorporados que coletam e analisam dados confiáveis da operação, permitindo aos gestores mais clareza nas tomadas de decisão. 

Na manutenção 4.0 essas tecnologias conseguem identificar rapidamente onde as falhas ocorrem e quais equipamentos estão sendo afetados, como os problemas podem prejudicar a produtividade e qual o melhor plano de manutenção preventiva a ser executado. 

Os principais sistemas que compõem uma manutenção inteligente, são: 

  • Manutenção preventiva: realizada em intervalos regulares mesmo que os ativos não apresentem sinais de danos. Garante operações ininterruptas e segurança dos ativos;
  • Manutenção preditiva: usa dados históricos e em tempo real de várias partes de sua operação, de modo a analisar e antecipar problemas antes que eles aconteçam. Oferece uma série de benefícios, incluindo aumento do ROI, redução nos custos de manutenção, diminuição das avarias e uma queda significativa no tempo de inatividade; 
  • Internet das coisas (IoT): conecta máquinas, dados e pessoas. Dispositivos, como sensores, permitem que ativos e programas de software em suas instalações conversem entre si, compartilhem informações e forneçam uma visão mais profunda de sua operação; 
  • Computação em nuvem: servidores, bancos de dados, rede, software, análise e inteligência pela Internet (a nuvem). De forma eficaz permite receber, coletar, processar e exibir os dados que vêm dos sensores. 
  • Big Data: grande volume de dados estruturados e não estruturados, coletados durante a execução das atividades dos técnicos. A análise dos dados ajuda com informações valiosas para decisões mais estratégicas;  
  • Inteligência artificial: analisa rapidamente dados massivos em tempo real que prevê falhas de ativos de forma inteligente e ainda ajuda no desempenho máximo dos equipamentos. 

Estes sistemas tornam a manutenção mais simples e, com eles, fica muito mais fácil controlar e monitorar as operações. Em poucas palavras, os benefícios para a área de facilities e para empresas terceirizadas de manutenção são infinitos, pois se aplicada de maneira integrada, a manutenção 4.0 pode reduzir os erros na operação, falhas e perda de produtos, custos com reparos e tempo de execução. Assim como também pode evitar desperdícios, aumentar a produtividade e a agilidade da equipe, planejar a manutenção evitando atrasos e tornar o negócio do seu cliente muito mais seguro e eficiente.

Porque devo utilizar softwares para auxiliar na manutenção da minha operação? 

O uso de tecnologia para controlar instalações prediais e equipamentos já é uma realidade em muitas empresas. Pois, com um gerenciamento integrado dos sistemas, elas conseguem reduzir custos de manutenção não só para a área, mas para todo o modelo de negócio. 

Melhoram também a eficiência dos ativos e do ecossistema da edificação e ainda tornam o empreendimento mais sustentável. Ferramentas para operação e manutenção de facilities, como softwares, garantem o controle global das atividades e são excelentes aliados para empresas de qualquer segmento. Dessa forma, utilizar um software permite ao gestor:

  • Organizar dados e acessar informações com a tecnologia QR code; 
  • Controlar as atividades das equipes por dashboards;
  • Acompanhar o trabalho em tempo real;
  • Otimizar o desempenho dos equipamentos com planos de manutenção preventiva;
  • Reduzir falhas e o tempo de parada dos equipamentos com a análise de relatórios;
  • Melhorar o fluxo de comunicação da organização com o acesso ao app mobile;
  • Prolongar o ciclo de vida dos equipamentos com a manutenção programada.

Centralizar todas as informações relacionadas ao departamento de manutenção em um software de operação e manutenção é essencial para alcançar a eficiência máxima das instalações. Além disso, os dados registrados passam a fazer parte do histórico de cada ativo, permitindo entender rapidamente seu desempenho, o número de reparos, os custos envolvidos e o seu tempo de vida útil.

O software de operação e manutenção de facilities do Leankeep foi pensado para atender às suas necessidades de organização, gerenciamento e controle das manutenções prediais.  Para profissionais de facilities ou prestadores de serviços ele se torna o elo entre a equipe operacional, a equipe de gestão, clientes e ocupantes. 

Quer conquistar mais clientes e fazer parte das empresas que se destacam em eficiência, qualidade e controle nas operações? Acesse aqui e saiba mais sobre essa ferramenta inteligente do Leankeep.


Compartilhe nossos artigos

Este conteúdo foi útil?